Jovens movimentam mercado de imóveis compactos na Vila Mariana

Na Vila Olímpia, ‘Vale do Silício’ paulistano, jovem quer praticidade
20/04/2017
Pássaros e índios dividem ruas e prédios em Moema
27/04/2017

Jovens movimentam mercado de imóveis compactos na Vila Mariana

Em recente matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, a Geoimovel (maior provedor de pesquisa imobiliária do Brasil e empresa pertencente a Amaral d´Avila Engenharia de Avaliações), forneceu informações sobre os bairros do Campo Belo e da Vila Mariana, para especial imobiliário.

A reportagem possuía o seguinte título: “Jovens movimentam mercado de imóveis compactos na Vila Mariana.”.

Apartamentos pequenos estão ganhando espaço na Vila Mariana, bairro conhecido por atrair edifícios com imóveis tamanho-família.

Segundo levantamento da Geoimovel, no ano passado a região da Zona Sul recebeu ao menos 14 empreendimentos com unidades de até 45 m2, contra seis em 2.015.

Por se tratar de um segmento popular entre jovens, essa movimentação que deve continuar, tende a diminuir a idade média do bairro, de acordo com incorporadoras. Atualmente, 40% da população tem 50 anos ou mais, diz pesquisa da Brasil Brokers.

“A Vila Mariana é o bairro mais procurado por jovens atualmente.”, afirma Eduardo Muszkat, diretor-executivo da Incorporadora You , Inc.

“Um apartamento grande na região custa caro. Esse tamanho cabe no bolso de quem tem entre R$ 10 mil e R$ 15 mil de renda familiar.”, acrescenta Muszkat.

A incorporadora deve entregar, em Setembro do próximo ano (2.018), o You, Go, que tem unidades entre 33 m2 e 57 m2. O metro quadrado custa de R$ 12 mil a R$ 14 mil.

Esse público, ainda segundo o executivo, está disposto a abrir mão da metragem pela localização, fator pelo qual o bairro se destaca.

Proximidade com as Avenidas Paulista e 23 de Maio, fácil acesso ao Parque Ibirapuera, e as estações de metrô Vila Mariana e Ana Rosa compõem o arsenal da região.

Há quatro meses, o publicitário Augusto Mori, 30, preparou a mudança e trocou o Ipiranga, também na Zona Sul, por um apartamento de 40 m2 na Rua Domingos de Moraes. No meio do caminho, se desfez do carro.

Imagem_JovensMovimentamVilaMariana

“Sabia que não precisaria mais, moro ao lado de uma estação do Metrô. Isso fez muita diferença na hora de escolher a região.”, diz Mori.

O publicitário também gosta da vida noturna da Vila Mariana, com destaque para os bares da Rua Joaquim Távora e da Avenida Vergueiro.

DAQUI NÃO SAIO:

A Rovic deve entregar, no segundo semestre deste ano, o empreendimento Homme Lift, na Rua Madre Cabrini, com unidades entre 30 m2 e 87 m2 (cobertura), e metro quadrado a R$ 14.500.

Segundo Patrícia Visnevski, diretora da construtora, a maior parte dos compradores já são da Zona Sul, incluindo um grupo formado por “filhos da Vila Mariana”, ou seja, jovens que cresceram na região e, na hora de sair da casa dos pais, optaram por ficar.

Imagem_JovensMovimentamVilaMariana_2

“Tive clientes que compraram um apartamento para o filho.”, diz Visnevski.

A trajetória do também publicitário Vinicius Bertollini, 28, ilustra esse fenômeno.

Morador da região desde os dez anos, trocou a casa dos pais, em Setembro de 2.016, por um apartamento de 45 m2 na Rua José Antônio Coelho, também na Vila Mariana.

“É o famoso bairro que tem de tudo: médicos; bancos; clubes; restaurantes e bares. Sei que não preciso atravessar a cidade para encontrar o que estou procurando.”, diz.

Entregue no ano passado, o empreendimento ADD, da Trisul, teve a maioria de suas unidades (de 38 m2 e 41 m2) comprada por jovens, diz Lucas Araújo, gerente de marketing e inteligência de mercado da construtora.

“Vimos muitos pais ajudando na compra do primeiro imóvel dos filhos e também recém-casados.”, diz Araújo.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/morar/2017/03/1865523-jovens-movimentam-mercado-de-imoveis-compactos-na-vila-mariana.shtml

Translate »
Cancelar